domingo, maio 19, 2024

Baiano conquista vaga em campeonato mundial de Robótica Educacional, nos Estados Unidos

Leia também

O estudante egresso da rede estadual de ensino, Igor dos Anjos, 20, foi o único representante da Bahia na First Championship, competição mundial de robótica conhecida como World Festival. Durante o evento, considerado o maior campeonato de robótica educacional do mundo, realizado na cidade de Houston, nos Estados Unidos, equipes de estudantes foram desafiadas a aprimorar habilidades de trabalho em equipe e construir e programar robôs de tamanho industrial para jogar um jogo de campo difícil contra concorrentes com ideias semelhantes.

Igor atuou como voluntário no campeonato, no qual já foi competidor, orientador e, atualmente, é juiz no Brasil. “Participar do World Festival foi uma conquista gigante, pois levei o nome da minha cidade, Candeias, para o maior campeonato de robótica educacional. Além disso, pude representar todos os estudantes e egressos da rede estadual de ensino”, disse.

A sua trajetória com a Robótica foi impulsionada quando entrou no Ensino Médio, em 2021, no Colégio Estadual Ouro Negro, em Candeias. “Eu tive aulas de Robótica durante o Ensino Fundamental II. Já na rede estadual, formei com outros estudantes da escola uma equipe chamada Black Gold, com o intuito de democratizar o acesso à Robótica Educacional. A equipe existe até hoje, com a participação de alunos de escolas estaduais e municipais”, revelou.

Robótica na escola 

No Centro Estadual de Educação Profissional em Tecnologia, Informação e Comunicação (Ceeptic), em Lauro de Freitas, um grupo de Robótica formado por três equipes de sete estudantes vem potencializando o aprendizado através dessa ciência. Dentre as tecnologias já desenvolvidas estão uma pulseira rastreadora e os óculos para deficientes visuais.

Assim como Igor, a estudante Ana Clara Cerqueira, 15, que faz o curso técnico em Manutenção e Suporte de Computadores, no Ceeptic, também vem ampliando os conhecimentos através da Robótica. Ela criou a pulseira rastreadora, juntamente com as colegas Rayka Ravena e Evelyn Rodrigues. “Através do grupo, eu tive interesse em conhecer mais sobre o mundo tecnológico e me aprofundar em pesquisas relacionadas, a ponto de analisar um problema e sentir a necessidade de desenvolver algo que possa auxiliar na resolução do mesmo”.

O professor orientador Anderson dos Santos falou do impacto da robótica no aprendizado. “A participação de alunos em projetos de Robótica e tecnologia tem um impacto significativo no desenvolvimento de habilidades essenciais para o futuro. Além de desenvolver a criatividade e o pensamento lógico, essas experiências incentivam a colaboração e o trabalho em equipe. Eles aprendem a resolver problemas e a aplicar conceitos passados em sala de aula. A tecnologia também oferece uma oportunidade única de explorar novas formas de aprendizado, tornando as aulas mais dinâmicas e interessantes. Essas atividades podem despertar interesses e prepará-los para carreiras nas áreas de Engenharia e Tecnologia”.

Afro style é a especialidade do Ubuntu em Bom Jesus da Lapa – Agende pelo Whatsapp (77) 99157-3459

Fonte: Ascom/SEC

Deixe um comentário

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome

spot_img

Última notícias